O presidente da APEGAC, Vitor Amaral, foi o palestrante no painel “Atualidades na Administração de condomínios no Brasil e em Portugal”, realizado no segundo dia do 18º Conami – Congresso Nacional do Mercado Imobiliário.

Para o presidente da direção da APEGAC, a crise nos dois países “é comum, não é irreversível e, tal como em Portugal, o Brasil saberá ultrapassá-la”. Otimista, disse que apesar dos problemas, acredita que o setor poderá não ser tão atingido. “Na crise em Portugal, perdi dois condomínios e ganhei vinte”, contou. “Fico com as palavras do presidente Fernando (Willrich, do Secovi de Florianópolis e Tubarão), em seu discurso de ontem, que nos trouxe esperança. As crises não são irreversíveis”.

Ao avaliar as diferenças na gestão de condomínios, destacou que enquanto no Brasil há assembleias de condomínio, síndico, administrador de condomínio e conselho fiscal, em Portugal há somente a assembleia e o administrador de condomínio.