Resumo da apresentação do presidente da APEGAC, Dr. Fernando Cruz durante o III Congresso da APEGAC.

” A APEGAC é o único projeto associativo que vem desde 2004 , a lutar pela dignificação das empresas da atividade económica de Gestão e Administração de Condomínios:

  • Temos estado, desde a fundação, na primeira linha para a elaboração do projeto-lei para regulação do setor e continuaremos a lutar pela sua aprovação.
  • Estamos profundamente comprometidos com a promoção da autorregulação do setor, para garantirmos a confiança do mercado nas capacidades e competência das nossas organizações.
  • Usamos todas as ferramentas de comunicação ao nosso alcance para a dignificação das empresas desta atividade económica e para sensibilização do mercado.
  • Lutaremos para converter o Código Deontológico da APEGAC na referência de conduta para as empresas do setor poderem oferecer ao mercado.
  • Estamos a criar as condições para as empresas do setor demonstrarem, no mercado a sua qualificação, legitimada por certificação oficial.
  • Vamos promover um quadro institucional de formação e qualificação profissional contínua para o setor.
  • Estaremos envolvidos em todas as iniciativas que visem o desenvolvimento do mercado e a dignificação do setor, junto das empresas de administração, prestadores de serviços e condóminos.
  • Iremos assegurar a representação das empresas de gestão e administração de condomínios portuguesas com as associações europeias, junto das autoridades da EU.

    Caracterização do setor económico de Gestão e Administração de Condomínios

    Universo de análise – empresas com sede em Portugal, sob as formas jurídicas de sociedades anónimas, sociedades por quotas, sociedades unipessoais, entidades públicas, cooperativas e outras sociedades (exclui empresários em nome individual)

    CAE 68 321 – Administração de imóveis por conta de outrem

    CAE 68 322 – Administração de Condomínios

    Entidades que incluem na sua denominação social  “Gestão ou Administração de Condomínios”

    Empresas com informação financeira relativa ao ano de 2015, publicada no portal do Ministério da Justiça (IES)- disponível na base de dados INFORMA D&B

    Principais indicadores de 2015

  • Número de empresas – 1.500
  • Volume de Negócios – 453.950.704 €
  • Número de empregados – 5.934
  • Empresas Constituídas – 188
  • Empresas Extintas – 44
  • Insolvências – 7
  Evolução do setor

2014

2015

2016 /set

Constituição

147

188

118

Extinção

63

65

44

Insolvências

5

13

7

 

 

 

 

Em resumo, somos um setor caracterizado por micro e pequenas empresas – 92,6% com 9 ou menos empregados – de grande resiliência, considerando o baixo nível de insolvências registado anualmente, com um potencial significativo de crescimento – o número de empresas que iniciam a atividade são 3 vezes o número de encerramentos.”