Decorreu hoje na sede da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) uma reunião/almoço de trabalho com os órgãos que integram a confederação e o secretário de estado da internacionalização Jorge Costa Oliveira. A reunião de trabalho que visou sobretudo a apresentação por parte do governo de um memorando de intenções que foi assinado recentemente pela tutela com o estado Chinês, os quais estão interessados em financiar projetos de investimento de alguma dimensão em infraestruturas e agricultura quer seja em território nacional quer seja em projetos que empresas portuguesas possuam em outros espaços geográficos.

Existe interesse por parte destes também em investir no alargamento do porto de Sines através da construção do terminal 2.

Foi dado conhecimento igualmente de outros projetos que a secretaria de estado está a levar a cabo com o intuito de captação de investimento para Portugal por capital oriundo de China, Brasil, Coreia do Sul, Japão, e Arábia Saudita.

Foi também ventilado a hipótese da Coca Cola instalar em Portugal uma nova fábrica de produção de novas embalagens em que a sua matéria prima será de detritos vegetais, como por exemplo o milho e o eucalipto. Este investimento caso se venha a verificar será segundo o secretário de estado, o maior de que há registo em Portugal. A decisão de instalação irá cair sobre o nosso pais ou Roménia pois a segunda fábrica a ser criada já está decidido e será na Polónia.