Enquanto o mundo avalia os benefícios inegáveis da digitalização empresarial, há quem pare para pensar no valor indispensável que a proximidade e o tato acrescentam a um negócio.

Qual será o papel das agências de comunicação no desenvolvimento da comunicação das empresas neste mundo cada vez mais digital e mais próximo?

Neste momento, mais do que nunca, a digitalização e a importância da comunicação digital nas empresas e entidades públicas torna-se cada vez mais evidente. A responsabilidade das agências de comunicação e dos departamentos de marketing das empresas será cada vez maior.

A manutenção dos seus recursos humanos, a fidelização dos seus clientes e a pesquisa de potenciais neste mercado tão agressivo são os principais objetivos de qualquer empresa. Neste sentido o investimento em estratégias que visam aumentar o brand awareness (forma como a empresa é percecionada pelos seus parceiros), employer branding (como os colaboradores vêm a própria empresa) são fundamentais e devem, preferencialmente, ser implementadas por profissionais que valorizem e comuniquem de forma eficaz a mensagem e os valores de cada marca ou empresa.

Quais são as grandes dificuldades que as empresas sentiram quando se viram obrigados a colocar alguns trabalhadores em teletrabalho?

Se partirmos da premissa que a importância do trabalho em equipa nunca se vai sobrepor ao trabalho individual, e a assumirmos como fundamental para o sucesso das empresas é óbvio que o teletrabalho, por vezes, pode não ser favorável para a qualidade dos serviços que se pretendem entregar.

A grande maioria das empresas não estava pronta para colocar os seus trabalhadores em casa, não só por uma questão de confiança que se levanta quando estão fora do radar dos donos do negócio, mas também por uma questão logística e de meios informáticos para tal.

Enquanto que a primeira questão se resolve com uma implementação de medidas de responsabilização dos colaboradores e uma forte cultura empresarial que assenta em princípios e valores fundamentais para qualquer empresa confiança, transparência e responsabilidade laboral a outra resolve-se com um forte investimento em hardware e software que, na parte das empresas, com a dificuldade que têm tido, não foi fácil investir.

O Plano de Estabilização Económica e Social (PEES) pode ser útil na digitalização da economia?

Tendo como base a negociação e conclusão do processo de distribuição de fundos comunitários e sendo uma das principais bandeiras da União Europeia para o desenvolvimento e capacitação do tecido empresarial europeu, poderá ter um papel fundamental para as empresas.

Não estando ainda definidos limites, bem como áreas específicas de atuação deste programa na digitalização das empresas, algumas novidades deverão ser conhecidas em breve.

Para além dos meios óbvios de comunicação como são um website, uma loja online ou a gestão das redes sociais, é fundamental que as empresas não fiquem estagnadas num investimento inicial e que tenham uma atitude proativa na atualização de conteúdos desses mesmos meios.